Tão de longe se foi, tão perto se fez...

sexta-feira, 5 de novembro de 2010


Sabíamos que o fim chegaria tão rápido como o soprar do vento e tão gelado como a chuva, escuro como a noite, tristonho como o crepúsculo, o ultimo visto, por ele, por nós, por nós, apenas nós.

Escondendo no passado a amargura de uma vida arruinada. A que céus dizer que uma bela vivencia se transformaria num inferno na terra. E o céu um mero portal ao infinito, a salvação de uma alma, por ela condena, por ela destina a paz eterna.

Céus, dizia a todo o momento. À lagrima que cobria seus olhos vermelhos, o desejo de voltar ao passado, a ter que fazer tudo de novo. E quem dera se pudéssemos voltar, fácil demais, tão simples. É ter que viver com seus erros, com toda sua dor, com todo seu ódio, com toda sua arrogância. Seu desprezo tão mortal aos humanos. Suas lágrimas caiam em cristais, espatifando-se no chão... Ah quem viu, há quem não vistes.




29 comentários:

  1. Olá

    Obrigada pela visita

    Bjs e bom domingo

    ResponderExcluir
  2. Muito bem escrito seu texto,confesso que não consegui relacionar ele com um acontecimento real,sabe;eu mais imaginei,enquanto estava lendo,a cena de um vampiro lendo seu texto,rs

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Muito forte.
    'Sabíamos que o fim chegaria tão rápido como o soprar do vento e tão gelado como a chuva, escuro como a noite, tristonho como o crepúsculo, o ultimo visto, por ele, por nós, por nós, apenas nós.' acho que o meu problema era não o saber.

    ResponderExcluir
  4. Iludes quem passa, iludes quem vê ..

    beijo meu'

    Callie

    ResponderExcluir
  5. Num fim está sempre um começo. É bom ter sempre isso em mente.

    Beijinho*

    ResponderExcluir
  6. Sabemos que o fim vem, mas nunca pensamos que vem tão depressa.

    ResponderExcluir
  7. A vida é como uma peça de teatro, porém, sem ensaios. Seria este o sentido do texto?

    ResponderExcluir
  8. Adorei a escrita :O já à algum tempo que não lia algo assim deste género, isto é, normalmente as pessoas escrevem bem mas tudo dentro do meu "estilo" de palavras. Aqui vejo diferença! Gosto disto! (Como no facebook xD)

    ;)

    ResponderExcluir
  9. Oláa gostei muito da sua escrita dos seus textos sempre tão poéticos ; estou te seguindo beijos

    ResponderExcluir
  10. Fiquei sem palavras, definitivamente, lindo texto. Adorei - especialmente - o título.

    ResponderExcluir
  11. você escreve de um jeito mais " sombrio " digamos. É um tipo de escrita boa e que sai um pouco dos cliquês ( que eu mesma admito que uso, hehe ). enfim, amei seu blog, estou seguindo, e hm, obrigada pelo comentário no meu, e leia os outros capítulos mesmo, hein *-* beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Primeira vez que gosto de Novembro!
    Nunca foi um mês feliz! :)

    Sabe, não queria voltar ao passado...
    Quero viver mais e mais...pra frente que se anda...não é o que dizem?

    Belíssimo blog!

    ;*

    ResponderExcluir
  13. Primeiro obrigada pela visita.
    não acredito no começo, não acho que tudo acaba mt rápido, acho que começamos a pensar assim quando perdemos algo que gostamos mt e msm que faça mt tempo achamos que se foi rápido, mais algo que amamos podemos passar mt tempo com ela e se algo bonito acaba achamos que foi rápido,
    não fique triste, td vai passar, o jeito como vc fala parece que está te machucando mt.
    um grande bj e volte sempre ;)

    ResponderExcluir
  14. Pena que alguns não saibam aproveitar o lado bom do fim! Deveriam aprender.

    Em tempo, obrigado pelas palavras no meu texto de despedida da Confraria. Estou de volta ao dogMas!

    ResponderExcluir
  15. Tem uma hora que tudo tem que acabar, que as lágrimas, a tristeza, a dor, tem que ter um fim, por mais que isso doa muito.

    ResponderExcluir
  16. Tudo faz parte de um ciclo, tudo começa e tem um fim, o que as vezes pode nos fazer sangrar -e muito- apesar de ser inevitável passar por isso. Muito bom, um texto complexo, pude ler e ter uma noção de mais de uma interpretação :)
    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  17. Tudo tem um começo e um fim. Existem momentos tão bons que não queremos que acabe nunca.
    Belíssima postagem!
    Beijos de luz
    Lady

    ResponderExcluir
  18. Nossa, muito lindo e bastante forte, também. O que achei mais legal nele foi como as entrelinhas se entrelaçam ao texto, adornando-o com vários sentidos, todos bonitos e inteligíveis. A vontade de desaparecer é tão nítida, e não é causada por algo exterior, mas sim pelo interior! Achei lindo. Adorei-o.

    ResponderExcluir
  19. Liiiiindo.As palavras,os encaixes, tudo ficou LINDO, só isso que tenho á dizer :)
    Transborda sentimento!

    -

    beeijão :)

    ResponderExcluir
  20. Texto muito intenso, forte; mas é daqueles que apesar de retratarem certa dor, encantam!
    Gostei hein ;*

    ResponderExcluir
  21. Hei, só estou passando aqui pra falar que estou com um novo blog :
    http://lembrancaspresentes.blogspot.com/ ;)

    quando puder,passa por lá!

    beeijão!

    ResponderExcluir
  22. Bem Lindo *.*
    adorei

    Beijos super :*

    ResponderExcluir
  23. Podemos até desejar milhares de vezes poder voltar atrás, mas o importante mesmo é reconhcer nossos erros, tentar consertá-los da melhor maneira possível e aprender com eles. Sei que parece clichê, mas em um momento da vida as pessoas entendem que isso pode ser verdadeiro, assim como eu entendi.



    beijos

    ResponderExcluir
  24. "escuro como a noite, tristonho como o crepúsculo, o ultimo visto, por ele, por nós, por nós, apenas nós".

    LINDO!

    beijo,
    *.*

    ResponderExcluir
  25. Profundo,bonito.
    Fique feliz com os que não viram,ou não.

    ResponderExcluir
  26. muito obrigado !

    também gostei do que li, abraço *

    ResponderExcluir

Transmita sua essência, se conseguir!







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!