Escrevo a minha Alma...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Querida Alma... É com tamanha carência que lhe escrevo a principio lhe digo a falta a que me faz o seu calor. Embora tão rude e fria lhe faça parecer, meu corpo padece a cada inverno. Se desfazendo em pedaços, presumo então a metamorfose. Assim é como vivem as borboletas da primavera, medonhas em seus casulos, mas quando desabrocham são belas como uma rosa. A nossa diferença é mera diante dos meus olhos tristonhos e desamparados. Tão simples que elas possam voar de encontro à liberdade, infinita sobre os céus. E tão humana sou a ponto de andar sobre tropeços de olhos vendados e morrer na escuridão.



24 comentários:

  1. Para onde foi a alma quando não nos pertence? Uma boa questão penso.

    Beijinho*
    Gostei muito*

    ResponderExcluir
  2. Ela pode desaparecer por momentos mas sempre volta...

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu Blog parabéns
    Bjs e uma excelente noite.

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto! O blog é lindo também *.*

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Belissimo texto,,,alma carente,,,desejosa de carinho,,,borboletas que sobrevoam o mundo,,mas sempre voltarão ao jardim de onde sairam...belissimo...obrigaod pela visita...volts sempre...grande beijo de bom dia.

    ResponderExcluir
  6. Um lindo final de semana pra ti minha querida amiga,,,beijos e beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  7. Ola. É com a força da minha alma e do meu pobre coração que eu escrevo para as minhas eternas e doces flores da qual passas a fazer parte. beijos na tua alma perdida.
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  8. E tão humana sou a ponto de andar sobre tropeços de olhos vendados e morrer na escuridão.

    adorei esse final (:
    Seguindo..

    ResponderExcluir
  9. Por mais que se pareça estranho, quando somos a roupa que ela veste e como bem somos ela a propria que aqui escreve, eu tbém costumo falar com minha'lma, quando a danada sai de mim e vai pra longe sem aviso, de repente, deixando meus olhos fixos num ponto, ponto esse que jamais depois eu lembro...

    Lindo escrito.

    Obrigada pelo carinho deixado em meu recanto.
    Volte sempre!

    carinhos de beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto, reflexivo e muito interessante.
    Adorei!
    Parabéns, seu blog é lindo!
    Grata e honrada com sua agradável visita,
    volte sempre que desejar e será sempre bem vinda.
    Linda noite e ótima semana.

    Um beijo na alma.

    Marion

    ResponderExcluir
  11. Muito criativo teu texto, gostei muito :D
    ;*

    ResponderExcluir
  12. Por vezes sentimo-nos perdidos e nada existe que nos "aqueça" a alma...

    Belo texto Novembro, aliás como os demais de que gostei tanto! Beijos, Ana Casanova.

    ResponderExcluir
  13. Gostei do blog, siga o meu tbm...

    http://temtudomega.blogspot.com
    dicas, tutoriais e downloads


    Ganhe dinheiro com seu blog
    Ganhe dinheiro para fazer buscas, acesse:
    http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=88250

    ResponderExcluir
  14. Alma...quem me dera não ter...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  15. Super profundo hein,
    mt obrigada pela visita,
    volte lá sempre que estarei te esperando.
    bj

    ResponderExcluir
  16. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  17. Querida Alma andas fugida do teu destino, quero que voltas as tuas lides de Bologueira, porque a tua alma faz falta a minha.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  18. O seu blog é fantástico! Ainda não consegui formar uma opinião completa sobre si... Ainda não li tudo, mas do que li, está óptimo!!! Muitos parabéns e, obrigado por partilhar connosco a sua arte!
    Se me permitir gostaria imenso de seguir o seu blog. Gostei mesmo do que li!
    Atenciosamente,
    Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Sonhei com uma estrela do céu
    Sonhei-a vivendo no meio do Mar
    Sonhei com a verdade de uma palavra
    Soletrei sete vezes a palavra amar

    Neste sonho vi uma árvore triste
    Pensei em sete coisas impossíveis de fazer
    A primeira era voar com as nuvens
    A ultima sobre as águas de um Lago correr

    E vi pássaros de cores nunca vistas
    Refulgentes lírios de ouro de lei
    Apenas uma hortênsia me pareceu ali perdida
    Vi palpitantes borboletas e o coração calei

    Mágico beijo

    ResponderExcluir

Transmita sua essência, se conseguir!







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!