Pensando

terça-feira, 1 de setembro de 2009

A verdade?

Eu realmente cansei de me procurar! De procurar quem eu costumava ser. E de quem eu sou agora! As perguntas de “quem sou eu” simplesmente sumiram de minha mente.

Eu não poderia dar isto como uma batalha vencida, pois no fundo elas ainda existem apenas se aquietaram em algum lugar do meu inconsciente. É menos torturante.

Então, eu pensei que poderia por alguma vez viver e ter este sabor! Sim, às vezes eu tento e tenho como saborear a vida como ela é afinal todos dizem “a vida é bela” isto para quem a vive. Eu consigo por momentos sorrir e a levá-la como eu conseguiria e assim usufruir de mim mesmo.

Não posso dizer que nunca fui feliz nesta minha existência, ou seja, lá como se chama tal... Eu já fui feliz e às vezes eu sou, mas por poucos períodos de tempo, meu entusiasmo não colabora sempre com isto, um dia inteiro ou até mesmo para que vá até o outro dia. Nem mesmo isto sou capaz de fazer, por mais que tente. Ou eu nunca fui feliz apenas fingi o meu sorriso em minha face e o brilho em meus olhos fora forjado por tamanha minha estupidez.

Será que seres a minha espécie são destinados a sofrer até o fim? Isto é o que não consigo compreender! Posso ter cometidos erros dos quais me arrependo e quem não comete? Seria um tanto injusto para com este corpo que definha a cada entardecer.

Parei! Eu simplesmente parei... Não vou atrás do que realmente sou ou que eu deixei de ser. Eu cansei de tudo isto! Não tenho pés para percorrer um mundo todo novamente a minha própria busca, a minha existência. Não tenho energia o suficiente para seguir em frente e mostrar a mim que sou capaz de viver ou ao menos dizer a mim que consegui chegar e eis que tenho todas as minhas respostas. A minha mente ainda me tortura, ela ama me torturar, tamanha é a felicidade que dou a ela a me matar. Disse a mim: devia ter deixado de existir a muito tempo, não sei por que resiste tanto!




15 comentários:

  1. vc escreve aí, mas parece que está falando de mim sabia? tem momentos que me sinto e já me senti exatamente como vc descreve...é impressionante....mas sabe como se chama isso? Depressão...eu consegui sair desses momentos fazendo terapia e me cuidando com remédios homeopáticos! Tente procurar ajuda, te entendo pq não é fácil, mas é melhor do que continuar assim!

    ResponderExcluir
  2. Que triste!
    Muito triste mesmo, não desista, a felicidade compensa qualquer árduo caminho que venha a percorrer para encontra-la!

    Estou a lhe seguir, beijos

    ResponderExcluir
  3. Querida, apenas viva os momentos!Não se procupe em buscar por aquilo que você era pois vivemos em transição.
    Lembre-se que você MERECE ser feliz!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Me roubaram, logo me achar ja era impossível. Quando desisti foi que me resgataram. Espero a mesma sorte pra você.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Estou admirada com a sincronia que você consegue dá às palavras.. O texto está muito bom e a propósito.. Mesmo que sua vida seja uma calmaria que derrama dúvidas ou insatisfações, é nela que você deve extrair o melhor de você, que com certeza, só tende a crescer e a se melhorar, depende só de seu reconhecimento e querer... Ahh, voltarei aqui mais vezes :)

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Vejo que não está numa fase muito boa.. Espero que fique bem e encontre apoio das pessoas que ama, porque no final é só isso que importa: estar bem com quem amamos.

    Vi que como eu, não tolera muito esses sites de relacionamento...rs... Mas MSN eu gosto!!rsr.. Minha lista é petitica e só tem pessoas queridas.
    Obrigada pela visita!!!
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Ei, vamos ser mais otimista!!! A vida foi dura comigo, mas eu encarei e cada vez que eu caia, me levantava mais forte. Meu atrevimente me ensinou a não baixar a cabeça e sim, impinar o nariz e encarar. O primeiro passo é o amor próprio. É ter respeito por você mesma e se amar muito, o resto é resultado.
    Um abraço,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  8. Cansou de se procurar? e vez bem, é pura perda de tempo. Ao longo da vida, quer queiramos ou não, ela trata de nos moldar um pouco (a uns mais que a outros). Por isso, em vez de se cansar em procurar quem era, que provavelmente já não é a pessoa que é hoje, concentra-se naquilo que realmente a faz feliz e naquilo que lhe dá prazer fazer hoje e, provavelmente amanhã!

    Quanto à felicidade, esta nunca foi, não é e nunca será eterna! Quem lhe disser que é sempre feliz, estará a simplesmente a mentir-lhe. A felicidade, define-se em alguns momentos de felicidade. Por vezes dias, outras vezes horas e, na maior parte das vezes, apenas uns escassos segundos, mas que valem uma eternidade..

    Quando diz que já devia ter deixado de existir, já quase todos nós passamos por situações de forte depressão e, o conselho que te dou, procura sair um pouco com os teus amigos ou então procura ajuda médica. Não tenhas medo ou vergonha de o fazer, pois eu já o fiz há muito tempo atrás e foi bom.

    E não te esqueças que “o nosso pior inimigo está dentro de nós próprios” – citando Milan Kundera

    E nos dias que te sentires mais em baixo, liga a televisão e procura um canal noticioso, e ouve as desgraças que estes mostram, tais como: violência, roubo, desgraças naturais, guerra, etc. e verás que apesar de toda essa desgraça, essa gente tenta a tudo custo viver!!!

    Por fim, e já se faz tarde (2:58h da noite) obrigado pela visita e comentário. Qd tiveres tempo e vontade, dá uma vista de olhos ao meu post “Devagar, devagarinho, parado..”, crónica de viagem publicado na passado mês de Julho em 2 dos maiores jornais de Portugal. E, se gostares do espaço.. subscreve-o!

    Amanhã eu volto para ler mais alguns dos teus post. Entretanto, já te estou a seguir!

    Fica bem,
    CR/de

    ResponderExcluir
  9. "Crônicas do Matheus" hahaha quem dera!!

    Sou de porto alegre :)

    Gosto do que tu escreve também, apesar de achar isso tão melancólico e triste, me da um aperto no coração

    ResponderExcluir
  10. Que lindo teu blog e lindo post...beijos,prazer em te conhecer...chica

    ResponderExcluir
  11. E continue resistindo...

    Quem escreve tão lindamente tem que resistir...

    Adorei este NOVEMBRO melancólico e pensante, estas letras doídas e que nos fazem refletir...

    Quanta beleza...

    Beijo nessa alma sensível

    ResponderExcluir
  12. sinto-me assim tbm... Infelizmente! beijos

    ResponderExcluir
  13. As vezes perco-me em devaneios.Sonhar é de graça.
    Obrigada pela visita! Postei a 4ª parte.beijos

    ResponderExcluir
  14. Sinta-se feliz, pois vc tem um dom que pouco têm.. suas palavras...
    Seu blog é maravilhoso, de mto bom gosto!!!
    E que texto !!!
    Intenso demais. parabéns mesmo!!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Belas palavras para um texto tão triste. Sei o que é viver nessa profunda tristeza. Mas temos que sempre ter fé e acreditar que tudo passará e se resolverá e acontece. Pode crer. obrigado pela visita em meu blog, continue sempre. Adorei seu blog, seguirei. bjos

    ResponderExcluir

Transmita sua essência, se conseguir!







Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!